Baixista foi celebrado por grandes nomes da música brasileira

Notícia triste para a música brasileira nesse final de tarde: Pedrão Baldanza faleceu aos 66 anos de idade.

O baixista conhecido por trabalhar com nomes como Sá & Guarabyra, além da banda de rock progressivo Som Nosso de Cada Dia, tinha 66 anos de idade e segundo o site Rock Brasileiro, estava internado em Belo Horizonte em uma UTI.

A causa da morte não foi revelada.

A morte de Pedrão foi comentada por diversos nomes importantes da música brasileira, como o produtor Pena Schmidt (Titãs, Ira!, Ultraje a Rigor), que falou a respeito no Facebook e disse que agora a banda Som Nosso de Cada Dia está “reunida”.

Luiz Carlos Sá, da dupla Sá & Guarabyra, também se manifestou:

Uma banda que se mantém junta durante muito tempo vira uma família.
Hoje perdemos um irmão.
Adeus, Pedrão Baldanza, Pedroso, Don Pierre, você estará sempre com a gente em nossa música, em nossas viagens, em nossos palcos, em nossa amizade.

Pedrão será velado no Funeral House em Belo Horizonte, a partir das 18h30 de hoje, 28/10 e a previsão é que ele siga para cremação às 12h de amanhã, 29/10.
O endereço é Avenida Afonso Pena, 2158, Funcionários.

Além de ter trabalhado com esses nomes, Baldanza ainda tocou com alguns dos maiores artistas da MPB, indo de Raul Seixas até Chico Buarque passando por Marina Lima, Ney Matogrosso, Erasmo Carlos e mais.

Que descanse em paz.



Fonte: Tenho Mais Discos que Amigos